Buscar
  • Saulo Pithan

Síndrome pós-covid: As sequelas e o tratamento ideal para quem já passou pela doença



Você já teve Covid-19? Se a reposta for sim, continue lendo esta reportagem. Você ficou com alguma sequela deixada pela doença? Então saiba que não está sozinho e que isso já atinge 1,4 milhão de brasileiros, podendo criar uma nova crise sanitária dentro de um sistema de saúde já colapsado.

Um em cada dez pacientes relata a síndrome pós-covid, caracterizada pela persistência de sintomas após 12 semanas, conforme estimativa da OMS (Organização Mundial da Saúde). E 25% das pessoas apresentam sintomas por até quatro semanas após testar positivo.

De acordo com o médico especialista em cirurgia do aparelho digestivo e mestre em biologia molecular Dr. Rafael Ostermann, a síndrome pós-covid, sobretudo é a manifestação de sintomas por mais de três meses após a fase aguda da doença. Entre os problemas mais comuns relatados estão infarto, arritmia, depressão, perda de memória, falta de ar, dificuldade de raciocínio, fadiga e dores intensas, diarreia crônica, perda de cabelo e distúrbios de pele. Ela pode se prolongar por meses e afetar a qualidade de vida, incapacitando o paciente até a morte.

A médica especialista em Saúde de Família Dra Gigliolle Romancini de Souza Lin, compara a síndrome pós-Covid como o fim de uma festa: a música já acabou, os convidados já partiram, mas a casa ficou uma sujeira e tomará muito tempo até que a equipe de limpeza recolha todo o lixo e organize tudo em seus devidos lugares. E o tempo desta reorganização dependerá do número de pessoas envolvidas neste processo e dos materiais disponíveis para tal.


Como diagnosticar a síndrome pós-covid

A Ostermann Medical Center, em reuniões com seu corpo clínico formado por médicos e profissionais da saúde de mais de 20 especialidades diferentes, sensível a este problema, criou um programa de assistência clínica a todas as pessoas que tiveram infecção confirmada por COVID-19, casos suspeitos ou mesmo contatos próximos, que sentem a necessidade de uma avaliação médica, mas não sabem por onde começar.

Inicialmente, a pessoa passará por avaliação clínica inicial realizada através de teleconsulta com a especialista Dra Gigliolle Romancini de Souza Lin. Já nesta consulta, a médica fará uma avaliação individualizada e definirá um check-up personalizado para cada paciente. “Chamamos a atenção, aqui, de que esta avaliação inicial não é exclusiva para aquelas pessoas que já tiveram COVID-19, mas que é aberta, ainda, a todos aqueles que sentem necessidade de uma atualização do seu estado de saúde e não sabem por onde começar” explicou a profissional médica.

Estão inclusos no Check-up pós Covid, uma série de exames laboratoriais e exames complementares que poderão ser solicitados à critério clínico. Os profissionais de Saúde orientam que o ideal é que toda pessoa que teve Covid-19, principalmente as que precisaram de internação, procure um médico 12 semanas após a fase aguda da doença para fazer exames e identificar se há algum tipo de sequela.


Informações:



O check-up pós covid está disponível na Ostermann Medical Center e maiores informações podem ser esclarecidas na Central de Atendimento ao Paciente-CAP, pelo WhastApp 48 9638-1218 ou (48) 3522-2314.

65 visualizações0 comentário