Buscar
  • Saulo Pithan

Balão Intragástrico é opção eficaz e segura para tratamento da obesidade, aponta especialista


Segundo o cirurgião do aparelho digestivo, Dr Rafael Ostermann, balões intragástricos têm proporcionado uma maior perda de peso em comparação com outras abordagens não invasivas, como dietas e atividade física.



Apesar de a cirurgia bariátrica e metabólica ser uma técnica consolidada e altamente eficaz no tratamento da obesidade, outras abordagens menos invasivas vêm ganhando espaço no tratamento da obesidade.

Dentre elas, está o tratamento com balão intragástrico, também conhecido como balão gástrico.

Alvo de diversos estudos ao longo das últimas décadas, o tratamento com balão, associado a outras práticas - como estratégia a nutricionais (por ex., dieta low carb e mediterrânea), medicamentos anti-obesidade e atividade física supervisionada - para melhora da qualidade de vida e redução de peso, tem apresentado resultados significativos na vida de pacientes.

Segundo Ostermann que há mais de vinte anos se dedica a área da obesidade, em média, essa alternativa pode levar a uma redução de até 25% do peso total inicial.


Como funciona o tratamento



Conforme o cirurgião do aparelho digestivo e diretor geral da Ostermann Medical Center, Dr Rafael Ostermann, trata-se de uma técnica temporária, pouco invasiva e sem cortes cirúrgicos que consiste na introdução de uma prótese de silicone no estômago, normalmente por via endoscópica. O dispositivo é insuflado com 600-700 ml de líquido, que gera um efeito restritivo reduzindo a capacidade do estômago e a ingestão de alimentos, auxiliando no emagrecimento.

"Esse método pode ajudar um número muito grande de pacientes com sobrepeso ou algum grau de obesidade que não possuem um bom resultado no tratamento clínico e que não têm indicação cirúrgica", diz o cirurgião.

Segundo Ostermann, pacientes que possuem uma boa condição clínica, mas que não se sentem preparados para a cirurgia bariátrica ou que são superobesos e precisam sair da zona de risco cirúrgico, também podem ser considerados para o método.


Descobertas científicas


No ano passado, a Sociedade Americana de Gastroenterologia (AGA) lançou novas diretrizes sobre o papel terapêutico dos balões intragástricos (BIGs). De acordo com o órgão americano, esses dispositivos têm sido associados a melhorias expressivas na perda de peso, além de outros métodos convencionais de tratamento não invasivos.

O relatório mostrou que os dispositivos levaram a uma maior perda de peso em 6, 9 e 12 meses após a colocação inicial em comparação com pacientes tratados apenas com outras técnicas não invasivas.

Além disso, foram vistas melhorias de anormalidades laboratoriais metabólicas e alterações positivas na trajetória de várias comorbidades relacionadas à obesidade.

Segundo o documento, "claramente, a terapia com BIG (com modificação do estilo de vida) é superior às modificações do estilo de vida sozinhas no início e na manutenção da perda de peso para os pacientes em curto prazo (pelo menos 12 meses após a colocação inicial do BIG)".


Onde procurar mais informações sobre o balão intragástrico


O tratamento com balão intragástrico é realizado de forma endoscópica e tem duração média de 6 meses. É um procedimento simples e realizado na clínica, sem necessidade de cirurgia. O Centro Médico Ostermann Medical Center realiza atendimento on-line para facilitar o esclarecimento de dúvidas pelo WhatsApp: 48 9. 9973-7109

129 visualizações0 comentário